temporada de morangos

Três meses é muito tempo para tricotar um casaquinho de bebê mas esse foi o tempo que levei para terminar esse casaquinho. Ele foi tecido devagarinho e muitas vezes eu tive de deixá-lo de lado por causa de outras prioridades.

tricô em prosa - temporada de morangos - Cardigã Helena

É a terceira vez que tricoto essa receita, uma delícia de fazer.

E foi a primeira vez que usei esse fio, que gostei muito. Ele é muito macio e vem em cores lindas. Para essa peça eu usei um tom verde bandeira (cor 5611), mas teria sido melhor usar um tom verde claro (cor 7687). Infelizmente, esse verde mais claro não estava disponível para comprar no dia em que fiz a encomenda.

tricô em prosa - temporada de morangos - Cardigã Helena

Tricotei também um par de sapatinhos para combinar com o cardigã. Montei 48 pontos, teci três voltas em cordão de tricô, sendo a primeira volta em tricô. Na quarta volta eu trabalhei [2m, 2pjm] 12 vezes para reduzir a quantidade de pontos para 36. A partir daí, segui a receita original.

tricô em prosa - temporada de morangos - sapatinhos

As flores foram tecidas da maneira em que indiquei nessa publicação. Desta vez, bordei as sementes antes de iniciar as diminuições da sola. Fica muito mais fácil assim. A sola ficou com 10 centímetros, indicado para um bebê de 9 a 12 meses.

Acabamento

Uma amiga que é excelente crocheteira me perguntou outro dia como é que eu fazia o acabamento das peças em tricô. Anos atrás, esse era o meu maior problema. Nunca ficava satisfeita com meu acabamento.

Elizabeth Zimmermann sempre disse que não existe certo ou errado no tricô, e sim aquilo que funciona para cada pessoa. Então eu vou explicar aqui a maneira como eu faço o acabamento das minhas peças.

Passo 1: Primeiro, vou trançando o fio pelo lado avesso com uma agulha de tapeçaria (agulha sem ponta), mais ou menos como mostra as fotografias desse artigo. Deixo uma ponta de uns 8 a 10 centímetros de comprimento.

Passo 2: Separo os cabos que formam as pontas dos fios que restaram. Na fotografia abaixo estão os cabos separados do fio vermelho e do fio verde:
tricô em prosa - temporada de morangos - cardigã Helena

Passo 3: Um por um, passo a ponta de cada cabo por uma agulha de costura (sim, de costura com a ponta fina) e começo a ziguezaguear a agulha por dentro dos fios do avesso do trabalho:
tricô em prosa - temporada de morangos - Como embutir as pontas

Nas fotografias abaixo eu fiz o mesmo com os cabos do fio vermelho. Eles foram passados por dentro da trama do avesso em várias direções:
tricô em prosa - temporada de morangos - Como embutir as pontas
Comecei passando a ponta do cabo para a esquerda.

Continuei com o mesmo cabo passando-o desta vez para a direita. Mudei de direção mais uma vez e deixei uma longa ponta do cabo saindo pela trama.
tricô em prosa - temporada de morangos - Como embutir as pontas

Depois de passar todas as pontas dos cabos pelo lado avesso da trama, elas ficaram assim, bem espalhadas:tricô em prosa - temporada de morangos - Como embutir as pontas

Passo 4: Cortar os fios bem rente:
tricô em prosa - temporada de morangos - Como embutir as pontas

Veja como fica:
Acabamento 10

Sei que muitas vezes restam dezenas de fiozinhos para embutir. Mas como compensa! Fica imperceptível, os fios simplesmente desaparecem no trabalho.
Bem, essa é a maneira que funciona para mim.

Receita: Cardigã Helena de Alison Green
Obs: A designer autorizou a tradução da receita
Receita: Sapatinhos Seamless Baby Booties (top down) de
Fio: Pingouin Balloon nas cores 5611 (verde) e 5362 (vermelho)
Composição: 58% algodão, 42% acrílico
Agulha: circular número 3,50mm e 3,75mm de 1 metro de comprimento

Veja esse suéter no Ravelry

Veja esse sapatinho no Ravelry

Anúncios

amostras: use-as sem moderação

Apesar do silêncio no Tricô em Prosa, uma parcela expressiva do meu tempo livre tem sido direcionada ao tricô. Recentemente eu terminei de escrever as apostilas dos cursos do 3º Encontro Gaúcho de Tricô que vou ministrar.

E faz vários meses que venho tricotando muitas amostras! Foram tantas que me deu vontade de falar sobre esse assunto.

tricô em prosa - amostras: use-as sem moderação

Uma vez li sobre uma experiência na qual doze pessoas foram solicitadas a tricotar um quadrado seguindo as mesmas instruções, usando o mesmo fio e agulha número 4,5mm. Nenhuma das doze amostras tecidas ficou igual à outra. Nenhuma! A quantidade de pontos em 10 cm variou de 17 a 22 pontos e a quantidade de carreiras em 10 cm variou de 26 a 32 carreiras. De fato, cada pessoa tem uma tensão única ao tricotar.

Atualmente, posso afirmar que adoro tricotar amostras. Mas nem sempre foi assim. Talvez isso seja algo que só se aprende com a experiência. Ou, melhor dito, com as más experiências…

tricô em prosa - amostras: use-as sem moderação

No início, eu praticamente ignorava essa etapa. Mais tarde eu compreendi que se quisesse acertar eu teria de checar a minha tensão. Eu o fazia, mas à contragosto.

Hoje tudo mudou e essa é uma etapa que me diverte. Esses pequenos quadradinhos de tricô me poupam tempo, evitam lágrimas, aumentam minha confiança e ampliam as possibilidades de sucesso! Como não amar?

Meus motivos para tecer amostras

Às vezes tricoto amostras por puro deleite, quando estou morrendo de vontade de experimentar um fio que acabei de comprar. Uma amostra em ponto jérsey já satisfaz a vontade. Anoto todos os dados para aproveitar mais tarde, claro.

Sou da opinião que tricotar amostras me dá oportunidades: tenho a chance de aprender o ponto da peça, de ver se o fio combina com o ponto principal, de saber se a trama vai encolher ou esticar depois de molhada.

tricô em prosa - amostras: use-as sem moderação

Para mim, fazer amostras é como fazer um investimento. Investir um dia tricotando uma amostra e outro esperando que ela seque vai me poupar semanas trabalhando numa peça que poderá não agradar ou pior, não servir. Um investimento que rende certezas, confiança e satisfação!

Amostras à minhas maneira

Se a amostra for de uma peça que será tecida ida e volta, virando o trabalho no fim da carreira, então faço a amostra da mesma maneira. Gosto de emoldurar o ponto principal da amostra com cordões de tricô ou ponto arroz para que ela não enrole. Fica bem mais fácil de medir.
blog tricô em prosa - Amostra Lauriel - agulha 3.5mm - úmida
Para emoldurar eu trabalho as primeiras e últimas carreiras em cordões de tricô ou ponto arroz, assim como os primeiros e últimos pontos de cada carreira.

O tamanho da amostra depende da espessura do fio, da numeração da agulha e do ponto. Se for em ponto jérsey, minha amostra será pequena, uns 25 ou 30 pontos. Se for uma amostra de um ponto múltiplo de um número (ex. múltiplo de 4, 6, etc.) então calculo três ou quatro repetições do ponto, mais dez pontos de borda (cinco de cada lado).

Se a amostra for de uma peça circular, como um gorro, ela será tecida simulando o tricô circular (pontos trabalhados sempre no lado direito), como as duas amostras exibidas na fotografia abaixo.
blog tricô em prosa - Amostras para as meias de algodão
Uso uma agulha circular e trabalho o lado direito da amostra. No final da carreira eu não viro o trabalho e sim deslizo-o para a outra ponta da agulha. Então deixo um longo fio pendendo atrás do trabalho e tricoto outra carreira novamente pelo lado direito. E assim, sucessivamente. Simula o tricô circular, mas a amostra é plana, mais fácil de medir.

Outro cuidado que tenho é de molhar a amostra antes de medir. Todas as amostras que teci mudaram muito depois de molhadas. Na maioria das vezes a amostra cresce e os pontos ficam bem mais bonitos e uniformes. Como praticamente todas as peças que eu tricoto serão lavadas, eu preciso molhar para checar o que vai acontecer.

tricô em prosa - amostras: use-as sem moderação

Gosto de lavar a amostra do jeito que vou lavar a peça final. Se vou usar alfinetes para secar a peça final, uso alfinetes para secar a amostra. E só meço a amostra depois que ela estiver completamente seca porque a quantidade de pontos altera bastante.

Bem, sei que meu pequeno caso de amor em relação às amostras ainda vai render muitos e muitos quadradinhos!

ravelry – como adicionar amigos

Muito antes de ter blog, eu tinha uma conta no Ravelry. Lá conheci pessoas que admiro imensamente. Seja pelo fato de serem talentosos, ou voluntárias, ou iniciantes muito dedicados em aprender, todos têm algo que eu admiro. Essas pessoas fazem parte da minha lista de amigos no Ravelry.

O Ravelry oferece diversas de maneiras de interagir e conhecer melhor os amigos tricoteiros. Podemos acompanhar a produção de suas peças, mandar mensagens, acompanhar seus blogs, espiar o que andam favoritando e muito mais.

Neste tutorial, serão explicados os seguintes recursos:

Para acompanhar esse tutorial é necessário ter uma conta no Ravelry. Se não tiver uma conta, veja nesse tutorial como criá-la.

como fazer uma busca de pessoa

Serão explicados os passos para fazer uma busca de pessoa no Ravelry e como refinar essa busca se ela retornar muitos resultados.

Isso é óbvio, mas vale explicar: tenha em mente que o resultado da pesquisa dependerá dos dados informados no perfil da pessoa procurada. Se ela não informou o país onde mora, nenhuma busca com o nome de país retornará essa pessoa no resultado.

Passo 1) Acesse o Ravelry e clique na guia people, que se encontra na parte superior da página, como mostra a figura abaixo:
tutorial ravelry - como fazer busca de pessoas

Ao clicar na guia people aparece a página de busca de pessoas, mostrada na figura abaixo com alguns termos traduzidos:
tutorial ravelry - como fazer busca de pessoas

Passo 02) Em <campo de busca>, mostrado na figura acima, podemos digitar o nome da pessoa, cidade onde mora ou parte do endereço de seu blog. A palavra digitada nesse campo será comparada com todas as informações da página de perfil de uma pessoa.

Exemplo: Ao digitar “tricoemprosa” e clicar no botão search, veja na figura abaixo como será exibido o resultado dessa busca (clique na imagem para vê-la em tamanho maior):
tutorial ravelry - como fazer busca de pessoa

Essa busca retornou apenas um resultado. Se a busca retornar mais de uma pessoa, podemos ordenar o resultado de acordo com as opções listadas na caixa de seleção Sort. Cada opção dessa caixa de seleção foi traduzida na figura acima.

O que é um avatar

Um avatar é uma imagem que tutorial ravelry - como fazer busca de pessoasrepresenta uma conta do Ravelry.

Ao manter o mouse sobre um avatar por alguns segundos, podemos ver algumas informações sobre a pessoa dentro de um balão de fala, como mostra a figura ao lado.

Ao clicar sobre um avatar, acessamos a página de perfil da pessoa com todas as suas informações.

Os avatares não aparecem apenas no resultado de busca de pessoas. Eles estão espalhados pelo Raverly, nos grupos, nos fóruns, em todo lugar.

como filtrar e refinar sua busca de pessoas

Se a busca retornar um número excessivo de pessoas, podemos filtrar e refinar os resultados selecionando algum filtro na coluna da esquerda.

Para explicar melhor, realizei a busca de um nome que retornou 403 pessoas. Veja como apareceram os filtros na coluna esquerda e anotações de como esses filtros funcionam:
tutorial ravelry - como fazer busca de pessoas
tutorial ravelry - como fazer busca de pessoasAs opções da janela More seach options… (mostradas na imagem ao lado) requerem que uma palavra seja informada no filtro.

Ao clicar em um desses filtros, uma janela aparece na parte superior da tela (talvez seja necessário rolar a tela para cima). Informe a palavra que deseja filtrar nessa janela.

Exemplo: para filtrar, dentre as 403 pessoas, apenas aquelas que moram em São Paulo, faça o seguinte: a) clique em Location Name; b) role a tela para cima até encontrar a janela desse filtro; c) digite “São Paulo” no campo do filtro; e d) clique em Apply. Veja o resultado dessa busca na imagem abaixo:
tutorial ravelry - como fazer busca de pessoas

Se deseja alterar o nome digitado no filtro, clique no ícone de lápis, destacado na figura acima com o número 1. Para remover o filtro Location name, clique no botão clear que foi destacado na figura acima com o número 2.

Como adicionar amigos

Realize uma busca para encontrar a pessoa que deseja adicionar como amiga e clique no seu avatar para acessar sua página de perfil. Clique no botão add to my friends, localizado na lateral esquerda da página de perfil do amigo, para adicioná-lo à sua lista. Veja na figura abaixo:
tutorial ravelry - como adicionar amigos

Ao adicionar uma pessoa como amiga, ela receberá uma notificação através de e-mail.

Você também pode mandar uma mensagem para essa pessoa clicando no link send message (também destacado na figura acima).

Seção de amigos

A diversão está aqui! Para acessar a seção de amigos, escolha a opção friends no menu my notebook, como mostra a figura abaixo:
tutorial ravelry - como adicionar amigos

guia amigos

Sua lista de amigos é exibida na guia friends. Na imagem abaixo eu mostrei o conteúdo dessa guia e traduzi alguns termos dessa tela (clique para vê-la em tamanho maior):
tutorial ravelry - seção de amigos

Podemos procurar um amigo dentro de nossa lista digitando algum termo de busca no <campo de busca>, destacado na figura acima. Podemos digitar nome, cidade, endereço do blog ou qualquer informação que o amigo cadastrou na página de perfil. Clique no botão search friends depois de informar o termo de busca.

Podemos ver a lista de amigos por avatar ou por cartão. Um cartão mostra, além do avatar, outros dados da pessoa, como local, país, etc. Na imagem abaixo, veja o conteúdo da lista de amigos exibida por cartões (clique na imagem para vê-la em tamanho maior):
tutorial ravelry - seção de amigos

guia atividade dos amigos

Esta é a guia que mais utilizo. Aqui podemos acompanhar o que os amigos andam tecendo, o que andam marcando como favorito, o que andam comentando, etc. As atividades dos amigos aparecem em ordem cronológica, as mais recentes primeiro: tutorial ravelry - seção de amigos

Na figura acima, veja que existem diversos tipos de atividades de amigos que podemos acompanhar. Marque um ou mais tipos de atividade e clique no botão Apply.

Na figura abaixo, veja os ícones das atividades com a tradução dos termos:
tutorial ravelry - seção de amigos

Observação: clicar na fotografia de uma peça adicionada por um amigo leva à página de projeto daquela peça. Nessa página de projeto podemos marcá-lo como favorito ou fazer um comentário. Use a lista de atividades para interagir com seu amigo.

guia blog dos amigos

Na guia friend’s blogs podemos acompanhar as publicações dos blogs dos amigos que informaram o endereço do blog na página de perfil. As publicações dos blogs aparecem em ordem cronológica, as mais recentes primeiro.
tutorial ravelry - seção de amigos

Como mostra a figura acima, também podemos realizar buscas nas publicações dos blogs dos amigos.


Que fique claro que não expliquei tudo que o Ravelry oferece e sim os recursos que eu costumo usar com mais frequência. Espero ter coberto as principais questões em relação à busca de pessoas e como fazer e (principalmente) nutrir amizades no Ravelry.
Então divirta-se!

E por favor, não se esqueça de acessar o meu perfil e me adicionar como amiga!

como fazer seu tricô cintilante!

Depois de muito ensaiar, finalmente montei os pontos de um xale que será presenteado para uma pessoa muito querida e especial. Para tornar essa peça diferente, pensei em colocar algumas contas de vidro no barrado.

Eu teria de improvisar, porque na receita original não tem nenhuma conta. “Mas… e aquela apostila da Grace Burns?”, pensei. Entrei em contato com ela.

blog Tricô em Prosa - como fazer seu tricô cintilante!

Comprei a apostila, baixei o arquivo e … Mal consegui dormir naquele dia! Fui tomada por um excesso de inspiração. Tive de fazer um esforço enorme para ler todo o material porque, a cada técnica explicada, minha euforia era tamanha que eu divagava horrores, tinha mil ideias, só então me lembrava que não tinha terminado de ler a apostila. Eu literalmente sonhei com peças de tricô trabalhadas com miçangas, paetês e canutilhos.

A apostila “Tricotando com miçangas e outros adereços” é riquíssima. São vinte e duas páginas de pesquisa histórica, diferentes técnicas, exercícios e também uma receita. Recomendo muito.

Essa apostila foi usada na aula ministrada pela Grace Burns-Krebs no 3º Congresso de Tricô, que infelizmente não pude participar. Essa aula deve ter sido super divertida! Se estiver interessado, veja como adquirir sua apostila nessa publicação.

tricô em prosa - tricô cintilante!

A Grace é uma pessoa admirável! Além de ser uma designer estupenda, ela é uma estudiosa da arte do tricô, uma pessoa que genuinamente conhece do assunto. Seu blog é uma fonte de informação e inspiração que sempre consulto.

E o xale… Eu quase me esqueci do xale que queria tricotar! Só voltei a tecê-lo alguns dias depois, já com a emoção mais controlada. De alguma maneira eu consegui adiar minha repentina necessidade de tricotar meias, luvas e bolsas adornadas com miçangas.
Por enquanto.

como fazer o arremate surpreendentemente elástico da Jeny Staiman

Enquanto arrematava a gola do casaquinho de bebê que tricô em prosa - Como fazer o arremate surpreendentemente elástico da Jeny Staiman, passo por passoestou tecendo, pensava que aquela seria uma boa oportunidade para fotografar cada passo e escrever um tutorial bem detalhado.

Afinal, uma gola em barra 2×2 é perfeita para explicar o arremate surpreendentemente elástico da Jeny Staiman.

Divirta-se!