variações sobre um mesmo gorro

Passei pouco mais de um mês me divertindo a beça tricotando esses gorros. Eu me encantei com um ponto que encontrei no Pinterest, decifrei seu gráfico e comecei a brincar.

tricô em prosa - Gorro Amanara

Cada um dos gorros foi completamente desmanchado depois de pronto pelo menos uma vez. O roxo foi desmanchado duas vezes. Isso sem contar as inúmeras diminuições para fechar o topo do gorro iam surgindo a cada versão.

No início de agosto eu peguei restos de um fio azul marinho que sobrou de um casaquinho de bebê e montei os pontos da primeira versão. Montei 96 pontos. Usei agulhas número 3,5mm para a barra e agulhas número 4mm para o corpo do gorro.

blog Tricô em Prosa - Gorro Amanara Adulto Justo

Foram três tentativas para fazer as diminuições do topo do gorro. O topo ficou legal, mas o gorro ficou muito apertado na barra. Desmanchei tudo e imediatamente montei os pontos para tricotá-lo de novo, dessa vez usando 120 pontos.

É a segunda versão do gorro azul marinho que está sendo exibido nas fotografias. Em breve será presenteado.

Bem, a essa altura já estava apaixonada pelo ponto. Comecei a vislumbrar uma maneira de transformar o gorro em boina. Rascunhei a transição dos pontos da barra para o corpo posicionando os aumentos de modo que ficassem mais ou menos camuflados. Ou assim eu imaginei.

tricô em prosa - Gorro Amanara Adulto Largo

Na versão boina, o fio roxo que usei também são restos de outro casaquinho de bebê.

Mais ou menos na metade da boina, pouco antes de iniciar as diminuições para o topo, uma transição bem mais “elegante” da barra para o corpo surgiu do nada. Redesenhei a nova transição, desmanchei tudo com exceção da barra e então recomecei. Realmente, ficou muito mais “elegante”. Por enquanto, esse gorro vai ser meu companheiro.

Finalmente, morrendo de curiosidade, resolvi tecer outro gorro na versão justa, aumentando um pouco a numeração das agulhas. Usei agulhas 4mm para a barra e agulhas 4,5mm para restante do gorro. Montei 96 pontos. Terminei e fui experimentar. Ficou longo, mas assim, muito longo… e rígido. Mais parecia que eu estava usando um cone de tricô na minha cabeça! Não!

blog Tricô em Prosa - Gorro Amanara Adulto Justo

Desmanchei todo o gorro e refiz usando agulhas número 3,5mm para a barra e 4mm para o corpo. Só que dessa vez eu montei 108 pontos.

Elaborei outra diminuição para o topo do gorro. De todas as diminuições para o topo, essa última foi a que mais gostei. Antes de molhar, o gorro servia direitinho. Depois que lavei ele cresceu um pouco, mas ficou engraçadinho. Decidi mantê-lo como está.
Esse gorro não será meu companheiro, vai ser presenteado em breve.

Eu escrevi a receita do gorro, caso queiram se aventurar. É uma peça bem rápida de se fazer. E para fazer as tranças sem usar agulha auxiliar, o que torna o processo muito mais rápido, leia esse tutorial.

Receita: Gorro Amanara de Valéria Garcia
Fio: Cisne Cetim e Lã Seda da Círculo
Composição: 70% acrílico, 30% lã
Agulha: circular número 3,5mm e 4,0mm de 60 centímetros de comprimento

Veja o gorro Amanara azul marinho no Ravelry
Veja o gorro Amanara roxo no Ravelry
Veja o gorro Amanara cinza no Ravelry

receita traduzida – Gorro Rosalina

trico em prosa.com - Receita traduzida do gorro RosalinaQuando vi essa receita, me apaixonei de imediato. Aliás, fiquei encantada com a beleza de várias receitas finlandesas.

A generosa designer Vera-Leksa Sula prontamente autorizou a publicação da tradução do gorro Rosalina para o português. Thank you very much, Vera-Leksa!

A fotografia ao lado mostra o gorro Rosalina que teci com fio 100% algodão, sem as contas de vidro, para presentear uma amiga especial. Planejo tricotá-la novamente, dessa vez usando contas e tudo mais!

gorro rosalina de algodão

A primeira vez que a vi foi no palco. Ela tem uma voz linda! Agora ela está passando bravamente por duras sessões de quimioterapia. Apesar de nunca ter escondido a perda dos cabelos eu queria tecer esse mimo para a Maura Rita.

trico em prosa.com - gorro rosalina de algodão

Pensei que um gorrinho seria uma opção a mais para ela se proteger do sol, ou apenas cobrir-se um pouco mais nas noites mais frias.

Fiz questão de que o gorro fosse tecido com fio 100% algodão, pelos seguintes motivos:

  • Os pontos ficam muito bonitos, bem definidos
  • Algodão “respira”, não retém suor, não abafa e é um carinho na pele
  • Se for necessário, o algodão pode ser esterilizado (apenas uma precaução)

trico em prosa.com - gorro rosalina de algodão

Amei tecer essa receita!

Foi amor à primeira vista, belo gorro da designer finlandesa Vera-Aleska Sula. A receita original requer contas na parte rendada do gorro. Eu adoro tricotar com contas, mas para permitir esterilizar a peça, preferi não usá-las dessa vez.

Essa receita requer fio de espessura fina, mas a designer criou uma receita similar apropriada para fio de espessura grossa, o gorro Julia.

trico em prosa.com - gorro rosalina de algodão

Foi talvez o gorro mais rápido que tricotei.

Montei os pontos num sábado de manhã e domingo à noite quase cheguei no ponto em que iniciam as diminuições do topo. Segunda feira não tricotei nem um pouquinho, dia cheio. Terça-feira consegui encaixar cinco horas de tricô nas quais eu descobri um erro, desmanchei seis voltas, refiz tudo.

Depois de embutir as pontas, encharquei com água e um pouquinho de sabão, ele ficou enorme. Depois de seco voltou ao tamanho natural, com a barra bem elástica.

Receita: Rosalina de Vera-Aleksa Sula
*A designer gentilmente autorizou a tradução do gorro Rosalina para o português
Fio: Pingouin Bella na cor natural
Composição: 100% algodão
Agulha: circular número 2,50mm e 3,00mm de 1 metro de comprimento

Veja esta peça no Ravelry

samambaias para as meninas

Como decidi tecer mais dois gorros para os meninos, é claro que as meninas Mariana e Dafne não ficariam de fora!

A receita que escolhi para elas foi uma doce surpresa. É rápida, gratificante e como veste bem! Fiquei apaixonada!

trico em prosa.com - Gorro Fern Glade

A receita traz instruções para tricotar o gorro em dois tamanhos: justo e largo. Como usei um fio mais grosso que o recomendado, resolvi montar os pontos para o tamanho largo usando agulha número 3,5mm mas segui as demais instruções para o tamanho justo.

Para o corpo, mudei para agulha número 4mm e trabalhei apenas seis repetições do ponto antes de fechar o topo. Ficou do jeitinho que eu queria.

trico em prosa.com - Gorro Fern Glade

Depois que embuti todas as pontas, encharquei completamente em água com um pouquinho de sabão e a renda relaxou mostrando uma bela samambaia.

A doce Larissa Goulart do blog Lara & Tricot publicou a tradução da receita para o português com a autorização da designer.

trico em prosa.com - Gorro Fern Glade

Ainda vou tecer vários gorros com essa receita!

Receita: Fern Glade de Meghan Marshall
Obs: se desejar, acesse a tradução autorizada para o português
Fio: Pingouin Noblesse nas cores Nínive 701 e Suprema 4303
Agulha: circular núm. 3,5mm e 4,0mm

Veja este projeto no Ravelry