o primeiro xale e um agradecimento

Antes de tricotar xales eu achava que nunca usaria um. Via todos aqueles xales exuberantes, admirava-os, mas achava que eles só seriam indicados para ocasiões formais, como um casamento.

O primeiro xale que teci seria presenteado para a senhora que aluga sua sala comercial para o meu marido. Ela é muito atenciosa, sempre nos manda frutas do seu sítio, ovos frescos, pão de queijo, mexericas… Um amor! Eu queria muito tricotar um mimo bem bonito para ela e retribuir toda atenção e simpatia.

Bitterroot Shawlette

Meu primeiro impulso foi tricotar um cachecol, uma vez que é prático, não precisa tirar medidas, basta que seja longo o suficiente para dar uma volta no pescoço. Mas me deparei com a receita do xale Bitterroot da Rosemary (Romi) Hill. Li a receita várias vezes e me pareceu fácil. Como eu tinha um fio 100% algodão de espessura similar à requisitada pela receita, resolvi tentar tecer o de tamanho menor.

Tricotar o primeiro xale foi um marco. Foi quando vi que era capaz de tricotar renda. E melhor de tudo, descobri que tricotar renda não era difícil. Também foi a primeira peça que bloqueei. Adorei essa etapa, foi mágico assistir a renda se mostrar tão bela depois de molhar e esticar a trama.

Bitterroot ShawletteDepois que o xale ficou pronto eu me apaixonei por ele e não queria entregar o presente de jeito nenhum! Fui trabalhar usando esse xale com uma camiseta da mesma cor e calça jeans preta. Ele mora no meu guarda-roupa desde então. A proprietária da sala comercial? Assei um bolo integral de banana com castanhas-do-pará que ela gostou tanto que me pediu receita :-)

Voltei a tricotar o xale Bitterroot, só que no tamanho grande. Dessa vez consegui desapegar, ele foi enviado para minha mamãe. Ainda encantada, pedi autorização para publicar a tradução do xale Bitterroot para o português.

Ando pensando muito na história do primeiro xale e no quanto eu sou eternamente grata às designers, essas pessoas que criam peças tão bonitas e disponibilizam a receita. Admiro-as pelo dom de criar e por nos ensinar a tricotar essas peças.

Sobretudo, agradeço a oportunidade que elas nos dão de comprar suas receitas. Nada mais frustrante que ver uma receita linda no Ravelry e descobrir que é uma receita pessoal. Mas fazer o quê? Escrever uma receita não é tarefa fácil.

De coração, muito obrigada. Eu nunca me aventuraria a tricotar renda não fosse todo esse trabalho de vocês, designers.

Anúncios

15 respostas em “o primeiro xale e um agradecimento

  1. Valéria seu xale ficou tão lindo. Sempre que as temperaturas por aqui permitem, uso os meus. Fica tão delicado e leve.
    Parabéns pelo xale e pelo texto que é sempre um leitura tão agradável,
    Bjs

  2. Eu comecei a tricotar xales pelo simples prazer the tricotar renda. Levou um tempão pra eu ter coragem de usar um na rua ;P.
    Venho tricotando (e criando) xales desde 2008 e só recentemente comecei a gostar da idéia de usa-los. A maioria dos que fiz foram presentes.

    P.S.: se o comentário sair duplicado, me desculpe. Eu tive problemas com o botão p/ publicar.

  3. Valéria, seu xale ficou lindo, adorei a troca pelo bolo, mas na sessão dos agradecimentos, gostaria de acrescentar o nosso a você que tem a delicadeza de traduzir receitas e com isso permite que muitas tricoteiras possam tricotá-los, mesmo sem dominar o inglês. Beijão e gratidão.

  4. Valéria, realmente o xale é divino, e o seu ficou perfeito!
    Também acho fantástico o trabalho dessas designers, e o seu também, de estar sempre nos presenteando com as traduções.
    Obrigada a você também.
    Bjos. Bom feriado!

  5. Eu adoro tricotar xales mas nunca usei. rs
    Faço mais pelo prazer de tecer todos os pontos maravilhosos e ver encantada o resultado final.
    Sinto que temos muita sorte de poder ter ao nosso alcance tantas receitas maravilhosas! Obrigada designers e obrigada Valéria pelas traduções! Seu xale ficou divino.

    bjs

  6. Amei, fiquei apaixonada. Queria tanto conseguir fazer, mas a minha experiência em tricô é quase nula. Mas vou guardar para o dia que tiver coragem

Quer comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s