inconfundível gail

Preciso dizer o nome desse xale? Mal deitar os olhos nessas belas folhas, o coração grita: é o inconfundível Gail (aka Nightsongs)! Desde que a receita foi lançada, milhares de pessoas são atraídas por sua beleza, tal qual canto de sereia que encanta marinheiros e piratas!

Xale Gail

Lendo os depoimentos no Ravelry das pessoas que tricotaram esse xale não pude deixar de perceber que tricotá-lo desperta todo tipo de reação, sempre apaixonada. Os relatos vão desde a enorme satisfação ao ver a renda formar-se tão majestosa à frustração daqueles que tiveram problemas ao tecê-lo.

Xale Gail

Curioso também como muitos usaram artimanhas para possuí-lo, criaram “versões” apenas para chamar de seu a receita desse xale cuja renda os havia encantado. E surgiram até mesmo versões de versões.

Mas a questão é que o mundo inteiro reconhece a exuberância dessas folhas, o mundo inteiro sabe que o xale Gail (aka Nightsongs) foi criado pela Mawelucky/Jane Araújo, que coleciona histórias e mais histórias de sua obra-prima.

Xale Gail

Entre tantos projetos inacabados, mal pude esperar para montar os pontos dessa lindeza. Minha vontade era de me dedicar exclusivamente a tricotar esse xale. Tive de me policiar senão abandonava todos os projetos iniciados, os quais eu tinha de terminar pois os bebês crescem muito rápido! Por esse motivo terminá-lo levou muito mais tempo do que seria esperado.

Depois de tricotar a primeira repetição do gráfico, segui repetindo as linhas 23 a 38. Usei apenas um dos gráficos para tricotar ambos lados do xale, o “Gráfico 1 – Lado esquerdo”. Para o corpo do xale, tricotei seis repetições do gráfico.

Xale Gail

marcadores de pontos
Adoro o fato desse xale não apresentar espinha dorsal. Por isso devemos trabalhar uma laçada dupla bem no meio do xale. Foi nesse ponto que coloquei um marcador de ponto vermelho. Os demais marcadores de pontos (nas cores azul, verde e preto) foram colocados nos quadrados em branco do gráfico, que separam os pontos da parte clara dos pontos da parte acinzentada do gráfico.

Xale Gail

Cometi pouquíssimos erros. A única vez que precisei desmanchar, já estava na terceira carreira da borda do xale quando percebi que havia trabalhado laçada dupla no ponto central da primeira carreira. Refiz a primeira carreira trabalhando uma laçada simples.

Arrematei usando o arremate incrivelmente elástico da Jeny, que também é incrivelmente simples de fazer! A Cat Bordhi fez um vídeo excelente ensinando esse arremate e no final ela mostra como fazer um acabamento perfeito antes de embutir as pontas. (Obs: algum tempo depois de escrever essa publicação, eu acabei fotografando um tutorial sobre esse arremate)

Sobraram apenas 6 gramas de fio.

acabamento
O tempo todo tive dúvidas se as cores mescladas do fio que escolhi iriam dificultar a visualização da renda. Mas depois que molhei e abri a renda nas mãos, o padrão saltou aos olhos! Esse fio foi adquirido no Café Tricot.

Antes de bloquear o xale em sua forma final, ele media 100 centímetros de envergadura por 50 centímetros de altura. Podemos vê-lo recém saído das agulhas, todo amassadinho na fotografia abaixo:
Xale Gail

Depois de bloquear, ele mede 156 centímetros e 70 centímetros de altura. Abaixo o mesmo detalhe da fotografia acima, bloqueado em sua forma final:
Xale Gail

Esse xale será presenteado para a minha irmã em seu aniversário. Ela é uma pessoa de altíssimo astral, calorosa, vibrante, inteligente, intensa, amiga e apaixonada.
Amo muito você, Cinara!

Receita: Gail (aka Nightsongs)* de Mawelucky/Jane Araújo
*tradução para o português (a pedido da própria designer) publicada em https://tricoemprosa.com/traducao/xale-gail-aka-nightsongs/
Fio: Malabrigo Yarn Sock na cor Velvet Grapes
Agulha: circular número 4,50mm de 100 centímetros de comprimento

Veja este projeto no Ravelry

Anúncios

20 respostas em “inconfundível gail

  1. Adorei Valéria! O xaile, a queda de água. Como sempre o faz, tudo em harmonia.
    Muitos parabéns! Abraço. Isaura

  2. Quanto carinho pela peça, pela designer, pelo fio,pela irmä, pelos bebês que crescem rápido,
    voce é pura doçura Valéria!!!
    Parabéns!!

  3. Faço minhas as palavras de todas que me antecederam. parabéns !
    (parece que ele nem é muito demorado para fazer, né?) Sou ” meia cuié ” no tricot).
    Obrigada. Bjs…

  4. Valéria,
    Acho esse xale maravilhoso!
    O seu ficou lindo, uma combinação perfeita de cor com a receita.
    É um belíssimo presente.
    Também acho que realça muito mais a beleza da receita o fato de não ter a espinha dorsal.
    Parabéns!!
    Bjos.

  5. Quem conhece Valéria se encanta por ela. Que doçura de alma. Querida, seu xale ficou Divino, digno demais! Eu juro que tentei, tentei demais, mas não consegui tecê-lo. Quem sabe um dia… Obrigada pelo lindo post, as fotos maravilhosas e por compartilhar conosco tão primorosa obra de arte! Um grande Beijo! Sandrinha-Brasília

  6. Acertaste na escolha do presente… o xale tem todas as qualidades de sua irmã… todas aliadas a uma grande delicadeza.
    Parabéns Valéria pelo primor de suas produções, o conjunto é 10: tricot perfeito, texto irretocável e fotos para extasiar os olhos. Obrigada por dividir isto tudo.
    Aqui é uma escola de bom gosto.

    Abraço carinhoso,

Quer comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s