minhas meias da Meida

Essas meias andaram muito tempo dentro da minha bolsa. Enquanto tecia esse xale sempre que me encontrava em casa, senti falta de ter uma peça na minha bolsa para eu poder tricotar quando estivesse fora. E não tem peça melhor para levar na bolsa do que meias.

tricô em prosa - minhas meias da Meida

Eu ganhei esse fio de presente da Marico alguns anos atrás. Adoro a cor! Ele tem um porcentual de nylon na sua composição, importante no caso das meias porque aumenta a durabilidade. Além disso, ele vem com um carretel de fio 100% nylon que usei junto com o fio ao tricotar o calcanhar e os dedos da meia para reforçar essas partes que são mais propensas à formar buracos devido à fricção.

Para honrar o fio, escolhi uma receita bem bonita da Nancy Bush. Essa receita faz parte do livro Favorite Socks. A Nancy Bush conta que ganhou essas meias de presente de sua amiga Meida quando visitou a Estônia pela primeira vez e então as reproduziu.

tricô em prosa - Meias da Meida

O comprimento da perna foi a única modificação que fiz.

Eu queria tornar a perna mais longa. Pelo fato das tranças não serem tão elásticas, eu montei os pontos usando agulha de numeração 2,75mm. Com essa numeração eu teci sete repetições do gráfico.

Depois mudei para agulhas número 2,50mm e teci mais três repetições antes de iniciar o calcanhar. Assim, a circunferência da meia acompanhou a da perna, o que faz com que as meias não escorreguem. No total foram dez repetições do gráfico antes do calcanhar. A receita original pedia seis repetições.

tricô em prosa - Meias da Meida

Esse é um ponto muito fácil de memorizar, uma delícia de fazer. Uma novidade para mim foi a trança estoniana, feita de uma maneira um pouquinho diferente.

O calcanhar foi trabalhado em ponto de alvéolo, com pontos passados sem fazer, o que torna a trama bem resistente, perfeita para essa parte da meia. Foi a primeira vez que trabalhei esse ponto no calcanhar. Os alvéolos não ficaram tão visíveis, acredito eu, porque o calcanhar foi trabalhado com fio duplo.

Olha, com o calor que anda fazendo, com certeza muitas meias ainda virão!

Também gostaria de falar do 3° Encontro Gaúcho de Tricô. Serão ministradas diversas oficinas legais, vai ter concurso, passeios e outras diversões. Eu vou ministrar duas oficinas, uma sobre meias e outra sobre xales. Nos vemos por lá?

Receita: Meida’s Socks de Nancy Bush
Fio: Lang Yarns Jawoll Superwash Solids na cor vinho
Composição: 75% lã, 18% nylon, 7% acrílico
Agulha: circular na numeração 2,75mm e 2,50mm de 1 metro de comprimento

Veja esse projeto no Ravelry

Anúncios

12 respostas em “minhas meias da Meida

  1. Valéria, tudo bem? A cor dessas meias é linda mesmo! Gosto do tom vermelho escuro!
    O ponto também muito bonito! Este é o tipo de trabalho fácil de carregar e manusear enquanto esperamos algo.
    bjs Nina

  2. Valéria, só você mesmo para achar uma meia projeto fácil pra carregar! kkk pra mim serão sempre bicho de sete cabeças ! fio lindo, receita supimpa e execução exemplar:)))

    bjinhos

  3. A MEIA É MARAVILHOSA QUERO VER É CONSEGUIR FAZER PRA MIM É UM BICHO DE SETE CABEÇAS .
    GOSTARIA QUE VC DESSE O NOME DOS FIOS USADOS VOU TENTAR OBRIGADA BJS

  4. Amiga meia eu acho super linda mas tricota-las é um problema para mim precisava assistir um vídeo em portugues, feito com minha numeração kkkkk ai eu acho que ia bjs amei a cor e ficou linda

  5. que lindas essas meias Valéria, queria muito ir nesse encontro, mas acho que vou ficar na arquibancada torcendo, boa sorte nas oficinas, bjs Má

Quer comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s