em dose dupla

Estava difícil conter a vontade crescente de tricotar casaquinhos para minha enteada querida que está esperando gêmeos!

tricô em prosa - em dose dupla - Casaquinho Bem Comportado

Eu não queria esperar até saber o sexo dos bebês. Mas então, como eu tricotaria os casaquinhos sem saber se seriam dois garotos, duas meninas ou se viria um casal? Sofri vários dias até encontrar uma solução: tricotaria os casaquinhos usando cores neutras e daria o toque final com as cores dos botões. Os botões só seriam pregados depois.

Desse modo, poderia saciar a vontade de tricotar algo para os bebês! Era só escolher uma receita e ser feliz! Mas semanas se passaram e não conseguia encontrar uma receita que fosse satisfazer minha vontade de tricotar casaquinhos fofos…

tricô em prosa - em dose dupla - Casaquinho Bem Comportado

Navegando sem rumo pela internet eu me deparei com um casaquinho de bebê ultra charmoso. O problema é que ele não era de tricô. Volta e meia eu retornava àquela página para ver o casaquinho. Olhando mais atentamente, vi que poderia tricotar um casaquinho daquele modelo clássico.

Pesquisei o padrão das medidas de bebês, tricotei amostras e comecei a fazer contas. Muitas contas. Anotava tudo numa folha do meu caderno de tricô.

Como é difícil escrever uma receita! Fiquei surpresa com a quantidade de decisões só para tricotar um casaquinho de bebê. São muitos cálculos até conseguir rascunhar uma receita para enfim poder tricotar alguma coisa.

tricô em prosa - em dose dupla - Casaquinho Bem Comportado

E quando comecei a tricotar, tive de refinar cálculos, ajustar alguns números e desmanchar várias vezes. As anotações do caderno foram riscadas e atualizadas para refletir as novas contas. E foram riscadas de novo e uma vez mais, até que tive de arrancar a folha do caderno e passar à limpo.

Ao tricotar o segundo casaquinho, seguindo o rascunho da receita, tive de corrigir um único número que ainda refletia uma versão anterior do casaco. O segundo casaquinho foi super rápido de tricotar! Foi só seguir a receita e lá estava ele, igualzinho ao primeiro, com exceção da cor!

tricô em prosa - em dose dupla - Casaquinho Bem Comportado

Então minha enteada fez um novo ultrassom e nos brindou com a notícia de que espera um casal!

O engraçado é que eu já não queria combinar as cores dos botões com o sexo dos bebês. Que nada! Escolhi botões com cores idênticas às cores dos casacos. Simples e clássico.

tricô em prosa - em dose dupla - Casaquinho Bem Comportado

Escrever essa receita foi um processo lento, frustrante por vezes, mas no geral senti aquela adrenalina boa que a superação de desafios proporciona! Sem falar que foi altamente recompensador ter nas mãos o casaquinho e ver que ficou do jeito que tinha imaginado.

Os dois casaquinhos estão prontos para aquecer os corações do João Miguel e da Maria Luz! Que venham com muita saúde!

Receita: Casaquinho Bebê Comportado de Valéria Garcia
Fio: Cisne Cetim nas cores 881 (cinza escuro) e 879 (cinza claro)
Composição: 70% acrílico, 30% lã
Agulha: circular número 4mm de 1 metro de comprimento

Veja esses casaquinhos no Ravelry

18 respostas em “em dose dupla

  1. Valéria, parabéns pela receita!!! Os casaquinhos são maravilhosos. Adoro esses modelos clássicos.

    Curtir

  2. Parabéns pela criação!!!!! Ficaram lindos….
    Bom, sou sua fã…. :)
    Beijos….
    Fernanda

    Curtir

  3. Uma graça, parabéns pelo trabalho e pelo bebê que está chegando. beijos

    Curtir

  4. Bem sei, que esta linda criação sua, é maravilhosa.
    Serão dois anjos “João Miguel e Maria Luz”, que serão aquecidos
    com seu carinho.
    Um abração.

    Curtir

  5. Show o casaquinho! Vou faze-los para amigos e também para doações. Ficou lindo. Muito obrigada por ter compartilhado. Parabéns pelo esforco e saiba que aqui, em Santa Maria, estará aquecendo crianças muito carentes. Beijo

    Enar Marília MUSSOI

    Curtir

  6. Que fofo, Val, e ainda nos brinda com a receita, parabéns, salvei vou tentar fazer para a minha sobrinha neta que nasce em abril, usarei 2 fios de super bebê, vamos ver como fica, brigaduuu, sou sua fã, vc sabe bjs

    Curtir

  7. Valéria, ficaram lindos! Como sempre, muito caprichosa e inteligente. Sua receita está bem detalhada. Como é gostoso tricotar. Parabéns, querida, Deus a ilumine a cada dia. bjs.

    Curtir

  8. Alegria em dose dupla!
    Muita saúde e felicidade aos pequenos pois o amor, carinho e mimos já estão garantidos… os nomes escolhidos são lindos!
    Ficaram graciosos demais os casaquinhos, parabéns pela receita e muitíssimo obrigada por dividir conosco, saiba que para mim veio em ótima hora pois tem bebês chegando por aqui também.

    Abraço forte,

    Curtir

  9. Andava à procura de um casaquinho para um Mateus que chega em Fevereiro, e estes são lindos. Você é muito generosa ao pôr com a receita,. Vou fazer são lindos, aliás como tudo o que você faz.

    Curtir

  10. Querida Valéria! Que superação boa! Parabéns amiga, a primeira receita escrita por você, eu tenho, eu ganhei mais um presente. Obrigada Um grande Beijo!

    Curtir

  11. Valéria… é que achei que as fotos fossem pretas e brancas! tipo uma foto artistica kkk como o fundo é branco e os casaquinhos cinzas ( é isso?) fiquei na dúvida… bjos

    Curtir

  12. Oi Valeria, amei seus casaquinhos e bela noticia da vinda dos bebês, q sejam muito benvindos. Agora suas agulhas vão ter q trabalhar em dobro….rs olha, morro de inveja das americanas q fazem receitas tão bem escritas e fazem parecer fácil esta tarefa…..mas, é muitoooo dificil, já tentei muito e qdo releio sempre vejo que ficou faltando algo. Mas, vale tentativa. Bjo grande.

    Curtir

Os comentários estão desativados.