Meias Lakeside

por Julia Vaconsin
Visite a página da designer em http://www.juliavaconsin.com

Receita original em http://www.knotions.com/issues/winter_2008/patterns/lakeside/directions.aspx e  no Ravelry em http://www.ravelry.com/patterns/library/lakeside-2

trico em prosa.com - Receita traduzida das Meias Lakeside

Um par de meias três-quartos rendadas adiciona uma certa elegância nos dias de inverno. Se trabalhadas numa cor sutil, fazem eco com o céu da estação que tem nuvens rodopiantes ao alto, ou seja valente e tricote-as numa cor vívida para aquele drink que todas precisamos quando os dias se fazem mais curtos.

Combine-as com uma saia bacana no fim de semana para uma produção extremamente feminina ou use-as por baixo de calças tradicionais para dar um toque de elegância à enfadonha roupa de todo dia.

A modelagem inteligente trabalhada ao longo da parte posterior da panturrilha assegura um bom caimento, e um compartimento tricotado ao longo da barra superior esconde o elástico que evita que essas longas meias escorreguem.

Tamanhos
Expandirá para vestir uma panturrilha com circunferência de 14,5 pol. (37 cm) e pé com circunferência de 9 pol. (23 cm); o comprimento da perna e do pé são ajustáveis.

Fio
♦ Fonty BB Mérinos (lã 100% merino; 219 jardas (200 metros/50 g): Cor 881, 3 novelos

Possíveis substituições do fio
♦ Koigu Premium Merino (KPM), Socks that Rock – Mediumweight
♦ Rowan 4ply Soft, ou outro fio para meias com metragem similar

Agulhas
US #2 (2.5 mm): 1 jogo com 5 agulhas de pontas duplas

Amostra
32 pontos e 48 carreiras = 4 pol. / 10 cm em ponto jersey e no ponto rendado esticando levemente a trama

Acessórios
♦ Agulha de crochê (2.5 ou 3.25 mm)
♦ Fio descartável
♦ Agulha de tapeçaria
♦ 90 cm de elástico de 2 cm de largura

Abreviaturas
m: ponto meia
t: ponto tricô
2pjm: dois pontos juntos em meia
2pjt: dois pontos juntos em tricô
ppm: (ssk) passe um ponto sem fazer em meia, passe outro ponto sem fazer em meia, insira a ponta da agulha esquerda na frente dos dois pontos passados e a partir dessa posição trabalhe dois pontos juntos em meia pelo fio de trás

Observações da receita
Estas meias são trabalhadas da barra para baixo. Começam com uma montagem provisória em crochê, a barra é dobrada ao meio para permitir que uma tira de elástico seja passada por ela (foi a melhor maneira que encontrei de evitar que essas meias caíssem).

Gráficos
Clique no link abaixo, espere carregar e depois mande imprimir:
Gráficos das Meias Lakeside

Receita
Com o fio descartável e agulha de crochê, faça ao menos 80 correntinhas.

Com a agulha de tricô, iniciando a 2 ou 3 pontos da última correntinha, levante em meia 76 pontos nas saliências da parte traseira de cada corrente, e então monte mais 4 pontos usando o método de laçada invertida sem a corrente de crochê; você terá 80 pontos

Divida igualmente entre as 4 agulhas e feche a volta tomando o cuidado de não torcê-la.

11 voltas em meia.
1 volta em tricô para a dobra da barra.
12 voltas em meia.

Dobre a barra com os pontos montados para dentro, e desfazendo com cuidado a montagem provisória, trabalhe 1 ponto da montagem provisória junto com 1 ponto da agulha (os últimos 4 pontos da agulha 4 serão trabalhados sozinhos deixando uma abertura por onde o elástico será passado). Duas vezes em cada agulha (8 vezes no total) trabalhe esses 2 pontos individualmente para fazer 8 aumentos; 88 pontos (22 em cada agulha)

Comece tricotando o Gráfico A. Trabalhe as voltas 1-4 do Gráfico A um total de 15 vezes.

Inicie as diminuições da panturrilha
Trabalhe o Gráfico B nas agulhas 1 e 4, continue trabalhando as agulhas 2 and 3 (2 x 22 pontos) a partir do Gráfico A.

Quando terminar o Gráfico B vá para o Gráfico C e continue as diminuições.

Ao finalizar o Gráfico C você terá 11 pontos nas agulhas 1 e 4 e 22 pontos nas agulhas 2 e 3.

Continue no padrão estabelecido, trabalhando as agulhas 1 e 4 a partir do Gráfico D e as agulhas 2 e 3 a partir do Gráfico A até o comprimento desejado para iniciar o calcanhar (aproximadamente 6,5 cm acima da sola do pé), e termine na volta 3.

Obs: É normal que as laçadas mudem de lugar na primeira volta do Gráfico D. Os pontos precisam ser ajustados porque não estão mais no meio da agulha.

Ajuste para o calcanhar
Próxima volta: Trabalhe as agulhas 1 e 2 no padrão estabelecido (volta 4) dos Gráficos D e A. Agulha 3: trabalhe a volta 4 do Gráfico A até últimos 5 pontos, passe os 5 pontos restantes na agulha 3 para a agulha esquerda (agulha 4). Também passe todos os 11 pontos da agulha 1 e os 5 pontos da agulha 2 para a agulha 4.
Os pontos foram distribuídos como segue: 32 pontos para o calcanhar, 2 x 17 pontos para parte posterior da meia (em inglês chama-se gusset).

Calcanhar
(Trabalhe nos 32 pontos da agulha do calcanhar, virando o trabalho no fim de cada carreira)

Carreira 1 (direito): Passe 1 ponto, 31 pontos em meia, vire
Carreira 2 (avesso): Passe 1 ponto, 31 pontos em tricô, vire
Repita as duas últimas carreiras mais 14 vezes.

Curva do Calcanhar
Carreira 1: 17m, ppm, 1m, vire.
Carreira 2: Passe 1 ponto, 3t, 2pjt, 1t, vire.
Carreira 3: Passe 1 ponto, ponto meia até último ponto antes da falha, ppm, 1m, vire.
Carreira 4: Passe 1 ponto, ponto tricô até último ponto antes da falha, 2pjt, 1t, vire.

Repita as Carreiras 3 e 4 cinco vezes mais até que todos os pontos do calcanhar tenham sido trabalhados.

Dorso (gusset)
Volta 1: trabalhe em meia os 18 pontos restantes do calcanhar, com a a mesma agulha levante em meia 15 pontos ao longo da lateral direita do calcanhar, trabalhe mais um ponto da próxima agulha na agulha 1, trabalhe a carreira 1 do Gráfico E para o dorso da meia nas agulhas 2 e 3, deixe o último ponto na agulha esquerda, com uma nova agulha trabalhe esse ponto em meia e levante em meia 15 pontos ao longo da lateral esquerda do calcanhar, trabalhem mais 9 pontos do calcanhar na agulha 4. Os pontos foram distribuídos da seguinte maneira: 25 pontos em cada agulha 1 e 4 e 16 pontos em cada agulha 2 e 3.

Volta 2: trabalhe em meia nas agulhas 1 e 4, trabalhe a carreira 2 do Gráfico E nas agulhas 2 e 3.

Volta 3 (volta de diminuição do dorso): trabalhe em meia até os últimos 3 pontos da agulha 1, 2pjm, 1m, trabalhe as agulhas 2 e 3 dentro do padrão (Gráfico E), agulha 4: 1m, ppm, meia até o final.

Volta 4: agulha 1: k, trabalhe pontos das agulhas 2 e 3 no padrão, agulha 4: meia

Repita as voltas 3 e 4 até restarem 16 pontos nas agulhas 1 e 4; 64 pontos


Continue no padrão estabelecido até que o pé meça 7,5 pol./19 cm ou então 2 pol./5 cm a menos que o comprimento desejado.

Ponta da meia
Volta 1: trabalhe em ponto meia.
Volta 2: *trabalhe em meia até os últimos 3 pontos da agulha 1, 2pjm, 1m; 1m, ppm, trabalhe em meia até o final da agulha 2; repita a partir de * para as agulhas 3 e 4.

Repita estas 2 voltas até que restem 28 pontos (7 pontos por agulha).

Usando a agulha 4, trabalhe em ponto meia até o final da agulha 1.
Passe os pontos das agulhas 2 e 3 para uma única agulha.
Corte o fio deixando uma ponta de 15 pol./ cm e costure em grafting.

Acabamento
Embutir as pontas e bloquear como desejado. Passe o elástico por um alfinete de segurança e escorregue-o por dentro da barra, costure a ponta inicial do elástico à final de maneira que se ajuste à circunferência da perna. Você pode fechar a abertura ou então deixá-la aberta para poder trocar o elástico quando necessário.