bela renda borboleta

Faz meses que terminei esse xale e, em meio a tantos afazeres, mal tive tempo para escrever sobre a delícia que foi tricotá-lo. Esse é mais um presente tecido com muito carinho, desta vez para minha cunhada Jaqueline.

blog tricô em prosa - Xale Swallowtail Crescent

Para tricotar esse xale, eu adquiri quatro bolas de um fio de excelente qualidade, que juntos somam 920 metros. Depois de pesquisar no Ravelry eu descobri que essa receita de xale mal consome 250 metros. Então, desde o princípio, minha ideia era fazê-lo maior.

De acordo com a receita, devemos mudar a numeração da agulha três vezes – coisa que eu não fiz. Usei uma só numeração do início até arrematar.

Em meados de julho dei início à peça. Montei os pontos com uma pequena modificação: a faixa da borda superior tem três pontos e não apenas dois. É uma questão de preferência pessoal, mesmo.

blog tricô em prosa - Xale Swallowtail Crescent

Gráfico A
Podemos escolher trabalhar o corpo em ponto jérsey ou trabalhar em renda desde o princípio. Para esse xale, escolhi o corpo em renda.

A cada repetição do Gráfico A, eu notei que:

    • a) Mais três marcadores são adicionados ao trabalho; e
    • b) Os marcadores da repetição anterior não se alinham com a repetição atual;

Em meados de agosto, não pude resistir e interrompi a confecção do xale para tricotar a coelhinha Matilda. Voltei a tricotar o xale só em setembro.

Para que o xale ficasse um pouco maior eu teci mais duas repetições do Gráfico A. No total foram dez repetições desse gráfico. E assim que concluí as repetições, investi alguns minutos passando uma linha de segurança.

blog tricô em prosa - Xale Swallowtail Crescent

Aumentar tamanho
Quando trabalhamos mais de oito repetições do primeiro gráfico, devemos adicionar alguns pontos extras antes de começar o Gráfico B.

A receita instrui de modo detalhado como adicionar esses pontos no lado direito do trabalho. Eu até tentei decifrar as instruções, mas então notei que a linha um e dois do gráfico são trabalhadas em ponto jérsei. Porque não acrescentar os aumentos ali mesmo?

Fiz os aumentos no lado avesso, sem nenhuma laçada, apenas levantando a alça do ponto da carreira anterior e trabalhando um ponto tricô na alça levantada. No meu caso, como foram dez repetições do Gráfico A, tive de fazer quatro aumentos. Fiz dois aumentos antes do ponto central e dois aumentos depois. Simples e sem complicação.

Tudo pronto para começar o gráfico B.

blog tricô em prosa - Xale Swallowtail Crescent

Gráfico B
Como tinha fio de sobra, eu trabalhei o Gráfico B com uma pequena modificação: fiz os nupps com nove voltas, e não com cinco. Gostei muito mais assim, que eles ficaram mais definidos. Gosto de fazer os nupps usando uma agulha de crochê.

Bem, enquanto tecia a linha sete do Gráfico B, perdi um ponto ao fazer uma diminuição dupla centralizada que não consegui recuperar. A renda se desfez toda. Se não tivesse passado o bendito fio de segurança ao concluir o Gráfico A, o resultado teria sido catastrófico. Valeu a pena tomar um tempo para passar esse fio da salvação!

Em meados de setembro eu terminei o Gráfico B e iniciei o Gráfico C.

blog tricô em prosa - Xale Swallowtail Crescent

Gráfico C
Sobre o gráfico C, duas considerações:

    • a) Nas linhas 11 e 13 do gráfico C os marcadores de ponto se deslocam um ponto para a direita; e
    • b) Na linha 16 (avesso) do Gráfico C os marcadores se deslocam um ponto para a esquerda;

Acabamento
Quando terminei o Gráfico C eu tinha 371 pontos na agulha para arrematar. A receita oferece duas opções de arremate: a) fazer o arremate do barrado com picot ou fazer um arremate comum. Escolhi arrematar fazendo picot, já que tinha bastante fio disponível.

Depois de pronto, o xale pesou 105 gramas e consumiu aproximadamente 457 metros de fio.

blog tricô em prosa - Xale Swallowtail Crescent

Ao final de setembro, o xale estava lavado, modelado e seco. Prontinho para ir morar na casa de sua dona.

É uma receita muito gostosa de tecer, com repetições curtas, fáceis de memorizar.

Receita: Swallowtail Shawl de Evelyn A. Clark – versão lua crescente
Fio: Coats Corrente Esterlina 8 – cor 0000 (preto)
Composição: 100% algodão egípcio
Agulha: circular número 3,50 mm

Veja esse xale no Ravelry

Anúncios

10 respostas em “bela renda borboleta

  1. Parabéns Valéria, ficou lindo! Já teci este xale na versão triangular e concordo que nupps mais gordinhos são mais bonitos. Fiquei com vontade de fazer de novo esta receita.

    Curtir

  2. Bem vinda de volta! E para variar, com uma peça de “babar” de inveja. Está linda. Parabéns, mais uma vez. Esse também já entrou na minha lista de projetos. Tenho uma Libra Esterlina numa cor que parece mostarda mas que é mais para dourada (em razão do brilho do fio). Vai ficar lindo!!!! Espero que como o seu. Beijos.

    Curtir

  3. Nossa, são muito lindos os seus trabalhos.Te agradeço porque você me inspira sempre com esses xales maravilhosos.Estou fazendo um xale, mas tenho vontade de fazer todos. Por gentileza, me esclarece uma coisa. Quando terminamos, lava-se e faz a blocagem. Aí presenteamos. Quando a presenteada lavar é necessário blocar novamente? Tanto em linha de algodão ou lã de bebê? Muito obrigada Ab fraternal

    Curtir

  4. Oiiii!!! Acho maravilhoso esse formato de xale, na receita no ravelry ele está triangular na foto; é a mesma receita ??? Obrigada !!

    Curtir

Deixe uma resposta para Sandra Lucia Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.