peixe vivo!

Faz anos que traduzi a receita do Gorro Peixe [Morto ou Vivo?] e enviei para a designer que publicou a tradução nesse site. Não tinha tricotado ainda, até que no fim de fevereiro bateu uma vontade incontrolável de tricotar um gorro bem divertido para a fofuríssima Maria Luz.

tricô em prosa - Gorro Peixe [Morto ou Vivo?]

Primeiro fiz uma triagem nos restos de fio que tenho. Eu tento guardar os restos com base na similaridade dos fios. Daí que tenho uma sacola com restos de fios de meias, outra com restos de fios de algodão e assim por diante. Escolhi tecer com restos do fio Noblesse da Pingouin, que infelizmente foi descontinuado. Juntei os restos, vi quanto eu tinha de cada cor e como eu trabalharia as listras.

É muito legal dar forma à boca usando carreiras encurtadas (uso esse método).

tricô em prosa - Gorro Peixe [Morto ou Vivo?]

Fiz uma confusão ao medir as listras para trabalhar as diminuições que dão forma ao gorro. No final ele ficou muito longo. Desmanchei até a metade e prestei mais atenção ao tecer pela segunda vez.

Trabalhei as barbatanas sem maiores problemas, mas tive de olhar as fotografias da receita original para entender como costurar a cauda do peixe. Depois que a costura estava feita, achei que a cauda ficou muito fofa!

Diversão do momento é embutir dezenas de pontas de fio #tricot #knitting #tricô

A post shared by Blog Tricô em Prosa (@tricoemprosa) on

Acho que fiquei uns dois dias embutindo pontas. Mais ou menos umas seis horas.

A única modificação que fiz foi não usar olhos de feltro. Para fazer os olhos, eu usei outra receita de peixe. E ainda assim, fiz uma pequena modificação porque eu não bordei os olhos com linha preta. Em vez disso eu tricotei com fio branco e mudei para um fio preto faltando duas voltas para terminar.

tricô em prosa - Gorro Peixe [Morto ou Vivo?]

Gostei muito desses olhos, deram um toque bem engraçado, do jeito que queria.

Enfim, é uma receita muito divertida e com certeza vou tricotar de novo!

ReceitaGorro Peixe [Morto ou Vivo?] de Thelma Egberts com
olhos da receita Flappy Flounder de cheezombie
Fio: Pingouin Noblesse em diversas cores
Composição: 30% lã, 70% acrílico
Agulhas: circular número 3,5mm de 100 cm de comprimento

Veja esse gorro no Ravelry

Anúncios

mãos abrigadas do frio

Quando vi que havia sobrado bastante fio do gorro que teci para minha cunhada, não pensei duas vezes em tecer um par de mitenes para ela. Amo mitenes, é tão bom ter um par por perto no escritório quando uma corrente de ar frio insiste em gelar minhas mãos.

blog tricô em prosa - para mãos abrigadas do frio - receita grátis em português

Para tecê-las eu decidi não usar o mesmo ponto do gorro porque eu queria que ficassem mais fechadas, mas mantive uma sequência mais ou menos parecida dos pontos usados na barra do gorro.

Como são poucos pontos para montar, nem fiz amostra. Quando não gostei de algo, desmanchei e comecei de novo. Diversão garantida!

blog tricô em prosa - para mãos abrigadas do frio - receita grátis em português

Experimentei bastante com os aumentos para formar o polegar. E anotei todas as modificações já que eu teria de tricotar a segunda luva igual à primeira.

Também testei várias maneiras de retomar os pontos do polegar, porque todas as vezes em que tricotei luvas, sempre ficava um buraco na parte interna. E era uma dor de cabeça para fechar esses buracos de maneira satisfatória.

blog tricô em prosa - para mãos abrigadas do frio - receita grátis em português

Desta vez eu literalmente me sentei com o firme propósito de elaborar uma maneira de levantar os pontos do polegar sem que ficasse buraco algum. Algumas horas mais tarde eu consegui! Fotografei os passos e os descrevi nesse tutorial.

Nem preciso dizer que tricotar as mitenes foi muito divertido. É uma peça pequena e carregava comigo à todos os lugares. O fio é macio, gostoso de tricotar e delícia de usar.

blog tricô em prosa - para mãos abrigadas do frio - receita grátis em português

Como eu tinha feito todas as anotações, aproveitei para escrever a receita em português.

Essas mitenes foram tecidas em janeiro, mas só agora eu tive a chance de fotografá-las. Finalmente pude enviar os presentes para o meu irmão e minha cunhada! Faz meses que tricotei o gorro do Fred e também o gorro da Aline.

Receita: Mitenes Bijou de Valéria Garcia
Fio: Pingouin Balloon – cor 5611 (verde bandeira)
Composição: 58% algodão, 42% acrílico
Agulha: circular número 3,5 mm

Veja essas mitenes no Ravelry