um xale que reluz

Essa é a peça que tenho trabalhado nos últimos trinta dias. Foi tecida exclusivamente dentro de casa, com o maior cuidado, já que não queria correr nenhum risco com seu fio finíssimo e delicado. É um presente para minha tia Euzande. Evidentemente, enquanto tecia ia me lembrando de tantos momentos bons, de sua presença carinhosa e divertida.

Zande, esse xale é uma pequena amostra do amor que sinto por você. Que ele envolva você em boas energias, que irradie as boas lembranças, as risadas, as cartinhas que escrevi para você quando era criança, as viagens e tantas outras alegrias!

tricô em prosa - um xale que reluz - Xale Goldmarie

Foi minha prima Ana Luíza quem me disse que sua mãe gosta de amarelo. E eu tinha duas meadas guardadas no baú, de um amarelo que gosto muito, semelhante ao girassol.

Juntas elas somavam 860 metros de um fio muito macio, uma delícia na pele. Para que o xale não ficasse gigantesco, minha intenção era de usar pelo menos 600 metros. No final, o xale consumiu 535 metros e seu tamanho, ao meu ver, ficou excelente.

Achei o fio um pouco difícil de desmanchar. Sorte que tive de desmanchar pouquíssimas vezes. As meadas são do mesmo lote, mas ficou evidente que a segunda possui uma coloração mais intensa que a primeira. Dá para notar no barrado.

tricô em prosa - um xale que reluz - Xale Goldmarie

Para deixar o xale ainda mais especial, 540 contas de vidro foram tecidas nos motivos de folhas do barrado. As contas foram aplicadas com uma agulha de crochê fina o suficiente para passar pelo buraco da conta.

E fiz uma modificação ao tecer o gráfico do barrado: a receita instrui tecer as linhas 1 a 24 do gráfico C, depois repetir as linhas 5 a 18 e então passar para o gráfico D. Como eu queria aumentar mais um nível de folhas, teci as linhas do gráfico C da seguinte maneira: linhas 1 a 24, 5 a 24, 5 a 18 e só então passei para o gráfico D.

tricô em prosa - um xale que reluz - Xale Goldmarie

O xale é arrematado com correntinha de crochê. Bem, correntinha é a única coisa de crochê que (mal) sei fazer. E ainda tenho de me concentrar bastante para que ela não fique rígida.

Uma noite cheguei do trabalho determinada a arrematar o xale. Levei quase quatro horas, mas terminei! Minha concentração foi tamanha que não percebi minha má postura nem o quanto estava tensa.

Na manhã seguinte minha coluna doía tanto que eu mal conseguia andar. O xale estava finalizado, eu morria de vontade de bloqueá-lo na forma final, mas qualquer movimento que eu fizesse me causava dor. Só consegui molhar a peça e esticá-lo três dias depois.

tricô em prosa - um xale que reluz - Xale Goldmarie

Não é a primeira vez que eu tricoto essa receita. Já tinha usado seus gráficos para tecer uma blusa de algodão no ano passado. E com certeza vou usá-los novamente. Adoro esse ponto de folhas.

Agora preciso embalar o presente e enviar!

Receita: Xale Goldmarie de Sue Berg
*A designer autorizou a tradução da receita para o português
Fio: Malabrigo Yarn Lace – cor Sunset
Composição: 100% lã merino
Agulha: circular 3,50mm de 1 metro de comprimento

Veja esse projeto no Ravelry

ravelry – como adicionar amigos

Muito antes de ter blog, eu tinha uma conta no Ravelry. Lá conheci pessoas que admiro imensamente. Seja pelo fato de serem talentosos, ou voluntárias, ou iniciantes muito dedicados em aprender, todos têm algo que eu admiro. Essas pessoas fazem parte da minha lista de amigos no Ravelry.

O Ravelry oferece diversas de maneiras de interagir e conhecer melhor os amigos tricoteiros. Podemos acompanhar a produção de suas peças, mandar mensagens, acompanhar seus blogs, espiar o que andam favoritando e muito mais.

Neste tutorial, serão explicados os seguintes recursos:

Para acompanhar esse tutorial é necessário ter uma conta no Ravelry. Se não tiver uma conta, veja nesse tutorial como criá-la.

como fazer uma busca de pessoa

Serão explicados os passos para fazer uma busca de pessoa no Ravelry e como refinar essa busca se ela retornar muitos resultados.

Isso é óbvio, mas vale explicar: tenha em mente que o resultado da pesquisa dependerá dos dados informados no perfil da pessoa procurada. Se ela não informou o país onde mora, nenhuma busca com o nome de país retornará essa pessoa no resultado.

Passo 1) Acesse o Ravelry e clique na guia people, que se encontra na parte superior da página, como mostra a figura abaixo:
tutorial ravelry - como fazer busca de pessoas

Ao clicar na guia people aparece a página de busca de pessoas, mostrada na figura abaixo com alguns termos traduzidos:
tutorial ravelry - como fazer busca de pessoas

Passo 02) Em <campo de busca>, mostrado na figura acima, podemos digitar o nome da pessoa, cidade onde mora ou parte do endereço de seu blog. A palavra digitada nesse campo será comparada com todas as informações da página de perfil de uma pessoa.

Exemplo: Ao digitar “tricoemprosa” e clicar no botão search, veja na figura abaixo como será exibido o resultado dessa busca (clique na imagem para vê-la em tamanho maior):
tutorial ravelry - como fazer busca de pessoa

Essa busca retornou apenas um resultado. Se a busca retornar mais de uma pessoa, podemos ordenar o resultado de acordo com as opções listadas na caixa de seleção Sort. Cada opção dessa caixa de seleção foi traduzida na figura acima.

O que é um avatar

Um avatar é uma imagem que tutorial ravelry - como fazer busca de pessoasrepresenta uma conta do Ravelry.

Ao manter o mouse sobre um avatar por alguns segundos, podemos ver algumas informações sobre a pessoa dentro de um balão de fala, como mostra a figura ao lado.

Ao clicar sobre um avatar, acessamos a página de perfil da pessoa com todas as suas informações.

Os avatares não aparecem apenas no resultado de busca de pessoas. Eles estão espalhados pelo Raverly, nos grupos, nos fóruns, em todo lugar.

como filtrar e refinar sua busca de pessoas

Se a busca retornar um número excessivo de pessoas, podemos filtrar e refinar os resultados selecionando algum filtro na coluna da esquerda.

Para explicar melhor, realizei a busca de um nome que retornou 403 pessoas. Veja como apareceram os filtros na coluna esquerda e anotações de como esses filtros funcionam:
tutorial ravelry - como fazer busca de pessoas
tutorial ravelry - como fazer busca de pessoasAs opções da janela More seach options… (mostradas na imagem ao lado) requerem que uma palavra seja informada no filtro.

Ao clicar em um desses filtros, uma janela aparece na parte superior da tela (talvez seja necessário rolar a tela para cima). Informe a palavra que deseja filtrar nessa janela.

Exemplo: para filtrar, dentre as 403 pessoas, apenas aquelas que moram em São Paulo, faça o seguinte: a) clique em Location Name; b) role a tela para cima até encontrar a janela desse filtro; c) digite “São Paulo” no campo do filtro; e d) clique em Apply. Veja o resultado dessa busca na imagem abaixo:
tutorial ravelry - como fazer busca de pessoas

Se deseja alterar o nome digitado no filtro, clique no ícone de lápis, destacado na figura acima com o número 1. Para remover o filtro Location name, clique no botão clear que foi destacado na figura acima com o número 2.

Como adicionar amigos

Realize uma busca para encontrar a pessoa que deseja adicionar como amiga e clique no seu avatar para acessar sua página de perfil. Clique no botão add to my friends, localizado na lateral esquerda da página de perfil do amigo, para adicioná-lo à sua lista. Veja na figura abaixo:
tutorial ravelry - como adicionar amigos

Ao adicionar uma pessoa como amiga, ela receberá uma notificação através de e-mail.

Você também pode mandar uma mensagem para essa pessoa clicando no link send message (também destacado na figura acima).

Seção de amigos

A diversão está aqui! Para acessar a seção de amigos, escolha a opção friends no menu my notebook, como mostra a figura abaixo:
tutorial ravelry - como adicionar amigos

guia amigos

Sua lista de amigos é exibida na guia friends. Na imagem abaixo eu mostrei o conteúdo dessa guia e traduzi alguns termos dessa tela (clique para vê-la em tamanho maior):
tutorial ravelry - seção de amigos

Podemos procurar um amigo dentro de nossa lista digitando algum termo de busca no <campo de busca>, destacado na figura acima. Podemos digitar nome, cidade, endereço do blog ou qualquer informação que o amigo cadastrou na página de perfil. Clique no botão search friends depois de informar o termo de busca.

Podemos ver a lista de amigos por avatar ou por cartão. Um cartão mostra, além do avatar, outros dados da pessoa, como local, país, etc. Na imagem abaixo, veja o conteúdo da lista de amigos exibida por cartões (clique na imagem para vê-la em tamanho maior):
tutorial ravelry - seção de amigos

guia atividade dos amigos

Esta é a guia que mais utilizo. Aqui podemos acompanhar o que os amigos andam tecendo, o que andam marcando como favorito, o que andam comentando, etc. As atividades dos amigos aparecem em ordem cronológica, as mais recentes primeiro: tutorial ravelry - seção de amigos

Na figura acima, veja que existem diversos tipos de atividades de amigos que podemos acompanhar. Marque um ou mais tipos de atividade e clique no botão Apply.

Na figura abaixo, veja os ícones das atividades com a tradução dos termos:
tutorial ravelry - seção de amigos

Observação: clicar na fotografia de uma peça adicionada por um amigo leva à página de projeto daquela peça. Nessa página de projeto podemos marcá-lo como favorito ou fazer um comentário. Use a lista de atividades para interagir com seu amigo.

guia blog dos amigos

Na guia friend’s blogs podemos acompanhar as publicações dos blogs dos amigos que informaram o endereço do blog na página de perfil. As publicações dos blogs aparecem em ordem cronológica, as mais recentes primeiro.
tutorial ravelry - seção de amigos

Como mostra a figura acima, também podemos realizar buscas nas publicações dos blogs dos amigos.


Que fique claro que não expliquei tudo que o Ravelry oferece e sim os recursos que eu costumo usar com mais frequência. Espero ter coberto as principais questões em relação à busca de pessoas e como fazer e (principalmente) nutrir amizades no Ravelry.
Então divirta-se!

E por favor, não se esqueça de acessar o meu perfil e me adicionar como amiga!

como fazer seu tricô cintilante!

Depois de muito ensaiar, finalmente montei os pontos de um xale que será presenteado para uma pessoa muito querida e especial. Para tornar essa peça diferente, pensei em colocar algumas contas de vidro no barrado.

Eu teria de improvisar, porque na receita original não tem nenhuma conta. “Mas… e aquela apostila da Grace Burns?”, pensei. Entrei em contato com ela.

blog Tricô em Prosa - como fazer seu tricô cintilante!

Comprei a apostila, baixei o arquivo e … Mal consegui dormir naquele dia! Fui tomada por um excesso de inspiração. Tive de fazer um esforço enorme para ler todo o material porque, a cada técnica explicada, minha euforia era tamanha que eu divagava horrores, tinha mil ideias, só então me lembrava que não tinha terminado de ler a apostila. Eu literalmente sonhei com peças de tricô trabalhadas com miçangas, paetês e canutilhos.

A apostila “Tricotando com miçangas e outros adereços” é riquíssima. São vinte e duas páginas de pesquisa histórica, diferentes técnicas, exercícios e também uma receita. Recomendo muito.

Essa apostila foi usada na aula ministrada pela Grace Burns-Krebs no 3º Congresso de Tricô, que infelizmente não pude participar. Essa aula deve ter sido super divertida! Se estiver interessado, veja como adquirir sua apostila nessa publicação.

tricô em prosa - tricô cintilante!

A Grace é uma pessoa admirável! Além de ser uma designer estupenda, ela é uma estudiosa da arte do tricô, uma pessoa que genuinamente conhece do assunto. Seu blog é uma fonte de informação e inspiração que sempre consulto.

E o xale… Eu quase me esqueci do xale que queria tricotar! Só voltei a tecê-lo alguns dias depois, já com a emoção mais controlada. De alguma maneira eu consegui adiar minha repentina necessidade de tricotar meias, luvas e bolsas adornadas com miçangas.
Por enquanto.

cabeça louca

Um dia o Diogo me pediu um cachecol. Ganhou um gorro e meias-luvas de piratas. É que nessa época eu não estava muito entusiasmada em ficar semanas e semanas tricotando uma peça tão longa. Mas desde então sempre procurava alguma receita de cachecol para tecer para ele no futuro.

Anos mais tarde, ele me pediu meias-luvas. E em vez disso ganhou um cachecol. “A Val é cabeça louca”, diria o Dioguinho se pudesse voltar a ter cinco anos. Tem uma explicação: eu tinha finalmente encontrado uma receita perfeita de cachecol para fazer para ele.

blog Tricô em Prosa - cabeça louca - Simples meias-luvas para o Diogo

Enquanto eu esperava o casaquinho do Joaquim secar para poder pregar os botões, o bom tempo virou. Foram quatro dias de céu completamente nublado, que não deixava passar nenhuma fração de raio do sol. E o casaquinho não secava nunca.

Comecei a ficar incomodada por não ter nada para tricotar. Peguei o restinho de lã que sobrou do cachecol do Diogo e montei os pontos das prometidas luvas. Não segui nenhuma receita, mas me guiei pelas mitenes Fallberry da Anne Hanson para trabalhar o polegar, com pequenas modificações.

Montei 56 pontos usando a montagem tubular que aprendi vendo esses vídeos. O primeiro vídeo ensina a montar os pontos para barra 1×1 e o segundo ensina a reorganizar esses pontos para tecer em barra 2×2. Essa montagem cria uma barra elástica e arredondada.

blog Tricô em Prosa - cabeça louca - Simples meias-luvas para o Diogo

Então me pus a tecer essas luvas simples e deliciosas de se usar.

Para garantir que ambas as luvas ficassem idênticas, contei o número de voltas de cada etapa: punho, aumentos do polegar, palma e polegar propriamente dito. Aprendi a contar voltas no livro Getting Started Knitting Socks da Ann Budd. Agora conto voltas de tudo que será tricotado em dobro: mangas, barras de casacos, etc. Outra alternativa seria tricotar as duas luvas simultaneamente com uma única agulha circular longa, mas como eu sabia que iria desmanchar algumas vezes, decidi fazer uma de cada vez.

Os pontos dos dedos e do polegar foram arrematados usando o método tubular, que é costurado e produz uma borda idêntica à dos pontos montados, arredondada e elástica.

blog Tricô em Prosa - cabeça louca - Simples meias-luvas para o Diogo

A beleza da peça ficou por conta das cores do fio tingido artesanalmente pela talentosa Sandra Baroni. Adoro essa cor Abissal!

Depois de uma sequência de peças tecidas com fios 100% algodão ou com fios que mesclam acrílico com lã, achei fantástico voltar a tricotar com lã natural! Tinha me esquecido da maciez e da elasticidade natural da lã de merino, que torna tão confortável o ato de tricotar.

Receita: particular, não publicada
Fio: Tricô Tricô Fios Fingering Single Ply (descontinuado) – cor Abissal
Composição: 100% lã merino
Agulhas: Circular número 2,75mm de 1 metro de comprimento; e
um conjunto de 5 agulhas de pontas duplas na mesma numeração

Veja esse projeto no Ravelry

 

receita traduzida – Goldmarie

Faz tempo que procuro uma blog Tricô em Prosa - Tradução autorizada da receita do xale Goldmarie receita para usar com duas meadas de um fio especial que está guardado no meu baú. Quero usá-lo para tecer um xale.

Procurei minhas receitas de xale favoritas na minha conta do Ravelry e na minha fila de futuros projetos. Tantas possibilidades que não conseguia me decidir.

Foi então que me apaixonei… de novo.

Eu já tinha usado os gráficos dessa receita para tricotar uma blusa de verão com um fio 100% algodão, fresquinho. A fotografia à esquerda mostra um detalhe dessa blusa.

Bem, a designer Sue Berg gentilmente autorizou a tradução da receita para o português. O arquivo em formato PDF pode ser baixado do Ravelry em http://www.ravelry.com/patterns/library/goldmarie

Thank you very much, Sue!

Obs: para baixar a receita, acesse o link Ravelry_FreeDownloadacima, procure o quadrinho ao lado na coluna direita e clique em “download“. Veja nessa imagem outra maneira de baixar a tradução.